Tem algo de errado …

Tem algo de errado …

Já não é novidade que a gestão do poder público de nossa cidade não é lá mil maravilhas. Muitos já foram os relatos, aqui mesmo no blog, de situações que causaram revolta e indignação. Ocorre que algumas situações não podem ser justificadas por um memo despreparo por parte de quem comanda a máquina, podem sim ser indícios de uma gestão parcial, que favorece uns ou outros, ou até pior, uma perseguição política. Será?

Minha fala nas explicações pesosais.

VETO Nº (perdi a conta)

Na última sessão mais dois vetos foram lidos. É ainda cedo para emitir qualquer opinião sobre tais vetos, até porque antes tenho que estudar a extensa justificativa enviada. Porém, o que eu gostaria de relatar são detalhes de um outro veto realizado pelo Prefeito Municipal, ao Projeto de Lei 63/2018, que obriga os estabelecimentos de educação básica e média, além das creches da rede pública e particular, a capacitarem os seus funcionários para possuírem um curso de primeiros socorros. Veja o que ocorreu:

  • Projeto apresentado aos vereadores, onde é APROVADO;
  • Prefeito Municipal encaminha o VETO total ao projeto, com uma justificativa nada convincente;
  • Na votação do VETO pelos veradores, ele foi DERRUBADO pela maioria;
  • Não satisfeito, o Prefeito Municipal entrou na justiça contra esse projeto, informando que ele atrapalhava a sua gestão;
  • Nesta última semana o Tribunal de Justiça reprovou a apelação do Prefeito Municipal, validando a regularidade do projeto de lei.

Claro que ele irá recorrer a história vai se alongar. Um pena!

Acaba na justiça um projeto simples e extremamente importante para a sociedade.

Vale ressaltar que nessa última semana ocorreu um treinamento nos mesmos moldes, sobre primeiros socorros, para os vereadores e servidores da Câmara Legislativa, que foi de extrema importância para todos. Será que as escolas não mereciam a mesma atenção? Além disso, por que um projeto tão simples como esse atrapalha tanto a gestão do prefeito? Não quero pensar o pior…

E as obras?

Pois bem, após toda a regularização por parte do poder público, foram realizados os devidos pagamentos e as obras voltaram a andar. Porém, muitas são as dúvidas que surgem entre os moradores, desde fechamento de vias a “materiais” utilizados na obra. A fim de sanar todas essas dúvidas, enviei um requerimento para a própria mesa diretora da Câmara Municipal solicitando a presença de João Manoel do Nascimento, Diretor Administrativo de Projetos e Obras Públicas.

Só esperamos que essa convocação não demore tanto quanto a outra…

João é o responsável pelo acompanhamento de tais obras. O requerimento deve ir para votação na próxima sessão e, havendo a aprovação pelos vereadores, será enviado ao diretor.

Uma nova ferramenta

Aware Digital Solutions, StartUp garopabense que surgiu esse ano, lançou a versão BETA do Sistema Filiados, uma plataforma gratuita para consulta de filiações partidárias.

Esse sistema acaba sendo uma alternativa muito bacana para quem deseja consultar informações do tipo de uma forma bem rápida e fácil. Clique aqui para acessar a plataforma.

Acompanhe as sessões

Vou reforçar esse aviso mais uma vez: As sessões são transmitidas online pelo canal da Câmara Municipal no Youtube. Além disso, a Rádio Comunitária Garopaba FM 98.3 também está realizando a transmissão. São ferramentas muito importantes que ajudam a levar a informação a cada vez mais pessoas.

Claro que, mesmo assim, reforço a todos que podem, que acompanhem presencialmente as sessões. A próxima está marcada para a próxima terça-feira, 25/06, sempre a partir das 19h. Mais detalhes na agenda da Câmara Legislativa.

Me siga nas redes sociais. #juntosSomosMaisFortes

Facebook: /juniorabreubento
Instagram: @juniorabreuoficial 
Youtube: Junior Abreu

Junior Abreu

Junior Abreu

Formado em administração pela UNIVALI. Quinze anos de experiência no setor lotérico. Vereador na 14ª Legislatura (2017-2020). Prefeito Municipal de Garopaba (2021-2024).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.