Está sobrando dinheiro?

Está sobrando dinheiro?

Não teve outra! O gasto do dinheiro público foi o assunto predominante nos últimos dias. Porém, se você, caro leitor, não está por dentro desse tema, não se preocupe! Vamos explicar detalhes sobre esses acontecimentos.

Projetos Aprovados

Vamos começar pela última sessão (21/05), onde dois projetos de lei foram aprovados:

  • Projeto de Lei 22/2019, de autoria do vereador Sérgio (Jacaré), que obriga a gravação por áudio e vídeo das licitações presenciais do Poder Executivo. Na discussão do projeto, os vereadores contrários apontaram o custo a ser gerado para o município, enquanto os vereadores que se posicionaram a favor citavam a questão da transparência, com um melhor controle das licitações realizadas pelo poder público. Resultado disso tudo? Projeto APROVADO por 5 votos favoráveis (Sérgio/MDB, Micheline/MDB, Junior/PP, Guto/PP e Targino/PP) e 4 votos contrários (Luizinho/PSB, Kido/MDB, Tati/PSD e Jairzinho/PSD);
  • Projeto de Lei 26/2019, de minha autoria, que permite aos idosos com dificuldade de locomoção que solicitem por telefone a vacinação em domicílio. Como justificativa para o projeto, citei como uma forma de regulamentar um serviço muito importante para os idosos de nossa cidade. Quem se posicionou contrário, mais uma vez apontou os gastos gerados aos cofres públicos, com o aumento de serviço aos funcionários da secretaria da saúde. Enfim, projeto APROVADO com 7 votos favoráveis (Sérgio/MDB, Micheline/MDB, Junior/PP, Guto/PP, Targino/PP, Kido/MDB e Luizinho/PSB) e 2 contrários (Tati/PSD e Jairzinho/PSD);

Os valores da Quermesse

Como você conferiu acima, a questão de geração de custos é figurinha carimbada de alguns vereadores. Enquanto isso, já foram empenhados mais de R$ 500 mil para a Quermesse de 2019! 

Veja bem, se falta recurso para aplicar na área de saúde, assim como em outras, por que investir um valor tão elevado nesta festa? Detalhei melhor essa situação em minha fala na tribuna. Confira:

Então algumas pessoas podem rebater: “Neste caso, cada secretaria cuida de sua verba, aplica onde for necessário”. Entendo essa colocação, porém o Prefeito Municipal, através de Créditos Adicionais Suplementares (ou CAS) pode movimentar valores entre as secretarias, retirando de uma e aplicando em outra.

Nesse caso pode-se evitar situações como a levantada pela vereadora Micheline/MDB, onde, segundo ela, falta cesta básica na secretaria de Assistência Social.

Isso tudo se resume em uma palavra: GESTÃO! Por mais rica que for a sua empresa, sem a devida gestão ela não terá sucesso, e isso não é diferente com a máquina pública.

É inaceitável simplesmente culpar um último verão, abaixo da média com relação aos lucros, como desculpa para problemas que afetam a muito tempo a nossa cidade!

Acompanhe as sessões

Vou reforçar esse aviso mais uma vez: As sessões agora passam a ser transmitidas online pelo canal da Câmara Municipal no Youtube. Além disso, a Rádio Comunitária Garopaba FM 98.3 também está realizando a transmissão. São ferramentas muito importantes que ajudam a levar a informação a cada vez mais pessoas.

Claro que, mesmo assim, reforço a todos que podem, que acompanhem presencialmente as sessões, onde a próxima está marcada para terça-feira (28/05) a partir as 19h.

Me siga nas redes sociais. #juntosSomosMaisFortes

Facebook: /juniorabreubento

Instagram: @juniorabreuoficial

Youtube: Junior Abreu

Um grande abraço a todos e uma boa semana!

Junior Abreu

Junior Abreu

Formado em administração pela UNIVALI. Quinze anos de experiência no setor lotérico. Vereador na 14ª Legislatura (2017-2020). Prefeito Municipal de Garopaba (2021-2024).

Um comentário em “Está sobrando dinheiro?

  1. O núcleo de hotelaria de Acig informa que os hotéis não tem faturamento aumentado neste período.
    O núcleo de restaurante também, informa que não há aumento de faturamento. Pelo contrário, até diminui pois algumas pessoas gastam o troco que tem para ir no barzinho no fim de semana na quermesse.
    É interessante perguntar quem ganha com esta festa

    O papo de ser uma festa para a comunidade não cola, porque nós pagamos para uma festa de 50 mil pessoas e nossa comunidade tem 20 mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.