Vereador pede licença NOVAMENTE.

Mais duas sessões ordinárias nesta semana. A primeira, na segunda-feira (02/04) se resumiu a leitura da ata. Apenas isso!

Outro destaque a função do a RETIRADA DE PAUTA, pelo Poder Executivo, do Projeto de Lei 11/2017, relacionado ao pagamentos de honorários aos advogados públicos do Município e ao Assessor Jurídico. Para ouvir o áudio completa da sessão de segunda-feira, CLIQUE AQUI.

Mais uma sessão no dia seguinte (03/04). Nela, alguns projetos foram lidos, onde ainda passarão por todo um processo de análise por todos os vereadores:

  • Projeto de Lei 19/2017, que “Dispõe sobre a autorização para celebração de convênio de cooperação de esforços na preservação da ordem pública no município de Garopaba e dá outras providências”. Em resumo, esse projeto visa tornar válido o ato da polícia militar em inspecionar ônibus e micro-ônibus, assim como festas após a 22h. Atualmente não existe uma lei que valide tal inspeção pela polícia;
  • Projeto de Lei 20/2017, relacionado à Crédito Adicional Especial no valor de R$ 75.350,00;
  • Projeto de Lei 21/2017, que “Dispõe sobre a organização da Procuradoria Geral do Município de Garopaba e dá outras providências”.

Além dos projetos lidos, o grande destaque da sessão foi o Ofício nº 01/2018, do vereador Kido, solicitando LICENÇA MAIS UMA VEZ. Com isso, o vereador BETO AIDO volta para a Câmara de Vereadores. Vale ressaltar que o vereador Kido NÃO RECEBE QUALQUER REMUNERAÇÃO durante o período da licença.

Para ouvir o áudio completo da sessão, CLIQUE AQUI.

A próxima sessão ordinária está marcada para terça-feira (10/04/2018) a partir das 20h. Um grande abraço e excelente semana.

Imagem de capa: Aílton Rodrigues (StudioR)
Junior Abreu

Junior Abreu

Formado em administração pela UNIVALI. Quinze anos de experiência no setor lotérico. Vereador na 14ª Legislatura (2017-2020). Prefeito Municipal de Garopaba (2021-2024).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.